Marca registrada da cidade, Verão Sertanejo aquece a economia local

  • A expectativa é que o consumo de shows no Brasil cresça 39% até 2018, de acordo com a pesquisa Global Entertainment and Media Outlook 2014-2018, da consultoria PwC. O mercado de shows no País, que em 2013 gerou R$ 357 milhões, pode passar para R$ 496 milhões em 2018. Se considerada a publicidade, o montante sobe para R$ 616 milhões.

    Esse fato se dá principalmente porque brasileiros são considerados um povo alegre e festivo, que aprecia música e entretenimento. E os artistas sertanejos ainda são o gênero que dominam as paradas de sucesso do país. Eles têm a capacidade de atrair visitantes, gerar renda
    e movimentar a economia turística.

    Em Caldas Novas, o Verão Sertanejo vem cumprindo bem esse papel, sendo apreciado não somente pelos moradores e turistas, mas também pelos empresários locais e fazendo do mês de janeiro um dos mais aguardados do ano. A cada evento, visitantes se deslocam pelo país e lotam hotéis e pousadas, bares e restaurantes, além dos clubes e serviços de transporte da
    cidade.

    Mais do que reunir grandes shows no começo do ano, o Verão Sertanejo também oferece entretenimento ao longo do ano, com as maiores atrações nacionais em apresentações em formato "esquenta", nos fins de semana, criando a oportunidade para toda a família poder assistir.

    A pegada sertaneja com toques de música eletrônica, aliada ao cenário paradisíaco da cidade das águas quentes contribui para o sucesso do empreendimento, que já é marca registrada da cidade de Caldas Novas.

Comentários